Coluna 1

Versos de Amor para quem Mora longe

  • "É inútil obter por piedade aquilo que desejamos por amor."

    Victor Hugo

  • "O amor é a asa veloz que Deus deu à alma para que ela voe até o céu."

    Michelangelo

  • "É só você que me provoca essa saudade vazia Tentando pintar essas flores com o nome De amor-perfeito E não-te-esqueças-de-mim"

    Renato Russo

  • "O ódio tem melhor memória do que o amor."

    Honore de Balzac

  • "Se eu sinto falta do seu amor? Como posso sentir falta se ele nunca existiu, nem sei que cara ele teria, nem sei que cheiro ele teria. Não existiu morte para o que nunca nasceu."

    Tati Bernardi

  • "Somente quando encontramos o amor, é que descobrimos o que nos faltava na vida."

    John Ruskin

  • "O amor nasce de pequenas coisas, vive delas e por elas às vezes morre."

    George [Lord] Byron

  • "Um amor bem verdadeiro, uma vida bem íntima com uma mulher, a quem se queira como amante, que se estime como irmã, que se venere com mãe, que se proteja como filha, é evidentemente o destino mais natural ao homem, o complemento da sua missão na terra."

    Júlio Dinis

  • "É um amor pobre aquele que se pode medir."

    William Shakespeare

  • "O oposto do amor não é o ódio, mas a indiferença."

    Erico Verissimo

  • "As duas cartas de amor mais difíceis de escrever são a primeira e a última."

    Francesco Petrarca

  • "Quem começa a entender o amor, a explicá-lo, a qualificá-lo e quantificá-lo, já não está amando."

    Roberto Freire

  • "O prazer do amor é amar e sentirmo-nos mais felizes pela paixão que sentimos do que pela que inspiramos."

    François La Rochefoucauld

  • "Mas, conquanto não pode haver desgosto Onde esperança falta, lá me esconde Amor um mal, que mata e não se vê; Que dias há que na alma me tem posto Um não sei quê, que nasce não sei onde, Vem não sei como, e dói não sei porquê."

    Luis de camoes

  • "A vida é um campo de urtigas onde a única rosa é o amor."

    Victor Hugo

  • "As mais lindas palavras de amor são ditas no silêncio de um olhar."

    Leonardo da Vinci

  • "Carlos, sossegue, o amor é isso que você está vendo: hoje beija, amanhã não beija, depois de amanhã é domingo e segunda-feira ninguém sabe o que será."

    Carlos Drummond de Andrade

  • "O amor é um não sei quê, que surge de não sei donde e acaba não sei como."

    Madeleine Scudéry

  • "Amor é bicho instruído Olha: o amor pulou o muro o amor subiu na árvore em tempo de se estrepar. Pronto, o amor se estrepou. Daqui estou vendo o sangue que escorre do corpo andrógino. Essa ferida, meu bem às vezes não sara nunca às vezes sara amanhã."

    Carlos Drummond de Andrade

  • "Nada é pequeno no amor. Quem espera as grandes ocasiões para provar a sua ternura não sabe amar."

    Laure Conan

Coluna 3